As frustrações no trabalho e o reflexo na sua carreira.

4

Oi oi oi, caro (a) leitor (a)!

Estou muito feliz em ter você aqui no Evollua.

Gostaria de te fazer uma pergunta: Você já teve alguma frustração na sua vida profissional?

Pois bem, esse é o assunto de hoje. Vamos abordar do quanto é chato passar por essa situação e da importância de acreditar que isso faz parte da nossa vida profissional, para que não criemos bloqueios que venham nos atrapalhar no desenvolvimento da nossa carreira. Se você disse que já passou por alguma frustração em algum momento da sua vida profissional, saiba que não é o único e que a grande maioria dos profissionais já passaram ou vão passar por algum tipo de frustração na carreira.

A conversa de hoje fica por conta do Líder Coah Gestão, nossos grandes parceiros que vem de muito tempo, desde o Adm Abrangete (o meu antigo blog). E que hoje é claro, permanece conosco aqui no Evollua.

Boa leitura!

“Muitas pessoas encontram-se hoje em uma situação profissional onde perderam a sua direção e não conseguem mais reagirem ou acreditarem em seu próprio sucesso.

Mas tudo isso se resume apenas na “ponta do iceberg” onde várias frustrações trazidas de empregos anteriores evoluíram por falta de soluções. O fato é que, problemas não enfrentados não podem ser resolvidos e tendem a evoluir. Vários motivos podem levar colaboradores ao descontentamento com sua empresa, entre os mais comuns estão: promessas de oportunidades não cumpridas e igualdade salarial com que pessoas que recebem menos cobranças por resultados.

É muito comum ouvirmos dos nossos gestores que a empresa dar a oportunidade e que ela abre espaço para quem realmente desejar se comprometer e vestir a camisa da empresa, mas, muitos não cumprem o que dizem. Alguns gestores usam isso como uma forma de motivação e até funciona inicialmente até a realidade desmenti-los.

Quando é prometido aos colaboradores que existem oportunidades e que elas vão aparecer no momento certo, mas, eles devem se preparar antes e mantiver a disciplina para alcançarem tal objetivo e quando surge uma vaga e ela é preenchida por alguém de fora, isso acaba com qualquer pessoa. Mesmo que ela tenha sido chamada para uma entrevista e dêem aquela desculpa que a empresa precisava de alguém com mais experiência não desfaz a frustração.

Outro fator que muitos gestores desconsideram é de um colaborador ganhar o mesmo que o outro e receber muito mais cobranças por resultados do que ele; seria isso justo? Claro que não! Quando uma pessoa desempenha trabalhos simultâneos é porque ela é mais completa. Inicialmente todos aceitam de bom grado fazer mais coisas que os outros e continuar ganhando o mesmo, mas, passam seis meses e depois um ano e esta pessoa só vê aumentar o seu serviço passando a trabalhar mais e ser cobrada constantemente por resultados e nada de aumento salarial?

Tudo isso quando não solucionado e dificilmente é… cria um ambiente muito ruim para se trabalhar e logo o colaborador se desliga da empresa, e para piorar ele começa a se “tornar arisco” acreditando que em qualquer outra empresa que ele for, será tudo igual. A parte mais chata disso que quase sempre é verdade.

“Não podemos deixar as frustrações do passado interferir de forma negativa em nossa carreira, pelo contrário devemos usar isso como aprendizado e nos tornarmos mais fortes.”

Por Heverton Soares ( Nosso parceiro aqui no Evollua).

Site: www.lidercoachgestao.wordpress.com

Equipe (1)

Imagem do texto: Google Imagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *